Do mau uso dos conceitos: o exemplo de jornalistas do Notícias

Arrepia-me quando pessoas cuja missão seria de informar e formar, se dedicam ao escamoteamento propositado da informação, ao usar termos supostamente de cariz científico para anunciar factos que de nada têm a ver.

O exemplo do Jornal Notícias de hoje, dia 09 de Junho é paradigmático. Aí está, paradigma! O que quererá o escritor/jornalista querer dizer quando anuncia que “o novo paradigma de funcionamento será discutido/debatido na OJM?” – vide a foto; vide o jornal de hoje.

Quererá este dizer que o novo modelo de funcionamento será discutido? Ora, modelo e paradigma são conceitos totalmente diferentes em ciência. Pode, para o jornalista ser uma outra forma de dizer, mas em ciência temos que ser rigorosos. Se calhar o autor do artigo sabe-no tão bem que nem precisaria destes esclarecimentos.

Fica aqui o meu repúdio aos que, por indolência, não optam pelo rigor no seu dia-a-dia. Usem termos apropriados. O jornal é para informar e não para escamotear.
E o mais agravante é que os editores deixa andar coisas como estas!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

PENSAR NA PAZ SABENDO O QUE FAZER: ENTRE O VAZIO DAS PALAVRAS E O BELICISMO, A TERCEIRA VIA

Aprender de Angola? Que lições?

O tempo da comunicação