Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2007

Ja é oficial, Padre Filipe Couto é Reitor da UEM

Depois do Padre Brazão Mazula, veio Padre Filipe Couto
O Padre Jesuíta e membro da Frelimo, Filipe Couto é o novo Reitor da Universidade Eduardo Mondlane. Couto, também foi Reitor da Universidade Católica de Moçambiquee, à data da sua nomeação, assumia as funções de Assessor do Ministro da Educação e Cultura, Bonifácio Aires Aly.
Pe. Couto é tido como um homem tenebroso, implacável com a desordem e duro nas suas decisões.
Estou frio. Por isso preciso de fôlego para escrever melhor. Mas a sede de, muito cedo anunciar aqui neste blogue antes dos outros manda-me parar por aqui.
Veja a sua última entrevista dada ao Semanário SAVANA, onde dizia que em Moçambique não existia multipartidarismo mas sim um partido grande

Outros Despachos
Num outro despacho, o Chjefe do Estado nomeou Jorge Manuel Ferrão para Reitor da Universidade do Lúrio. O Presidente da República nomeou, ainda, Erasmo Muhate para o pelouro de Ministro da Agricultura, em substituição de Tomás Mandlate, ora exonerado.
Para quando a r…

A acumulação do capital na África Austral

Imagem
Um livro de extrema importância para quem deseja compreender a economia da África do Sul e da África Austral no geral. Editado por Patrick Bond, Horman Chitonge e Arndt Hopfmann, “The Accumulation of Capital in Southern Africa“ pretende demonstrar a relevância contemporânea e a actualidade do pensamento económico da Rosa Luxemburgo.

O livro é resultado do III Seminário de Educação Política Rosa Luxemburgo, organizado em conjunto pelo Centro da Sociedade Civil da Universidade de KwaZulu-Natal, em Durban, e pelo Gabinete Regional Sul Africano da Fundação Rosa Luxemburgo, entre 2 a 4 de Março em Durban.

O seminário examinou as características gerais da acumulação capitalista no contexto global, regional e local, contexto este moldado, por um lado, pelo impacto crescente do impulso corporativo da globalização, bem como pela expansão do capital sul africano em países vizinhos, emergência de novas formas de 'acumulação primitiva' sob o rótulo do 'Fortalecimento da economia negra&…

Negócio com pobres ou mercado de cheias!

Imagem
As chuvas, seguidas de cheias que se registam na região Centro do Pais já mataram milhares de pessoas, fizeram milhares de deslocados bem como deitaram à baixo várias esperanças do ano. Uns, não mais poderão ir á escola, pois viram sua escola e casa destruidos; outros não mais poderão terminar com as suas casas, muito menos machambas, pois, estas últimas também foram com as águas.
A Barragem de Cahora Bassa atingiu o seu pico de descargas em 6 anos. Oitocentos metros cúbicos não é coisa para brincadeiras, apesar de já ter começado a baixar, desde ontem. Todo o vale de Zambeze permanence em alerta máximo, dado que as águas, dificilmente deverão baixar nestes dias acrescido ao facto de, nalgumas regiões, afluentes do Rio Zambeze continuarem a encher.

Por sua vez, as organizações não governamentais lançaram apelos internacionais de vários tipos. Comida, roupa, medicamentos, tendas; tudo é urgentemente necessário para evitar mais mortes, destruição e, acima de tudo MAIS ROSITAS, a menina q…

Neoliberalismo em Fúria. Portugal Beliscado

Imagem
Na edição 2007 do relatório Objectivo Crescimento, que a instituição publica pelo terceiro ano consecutivo, a OCDE faz o balanço das medidas estruturais tomadas em cada um dos seus 30 Estados-membros para apoiar o crescimento e avança recomendações.
Nota no caso de Portugal, que apesar da reforma de 2003 do Código do Trabalho, a legislação sobre a protecção do emprego continua "restritiva" e os procedimentos "pesados".
"Isto entrava a mobilidade dos trabalhadores, prejudica a criação de empregos e atrasa a adopção de novas tecnologias", escrevem os economistas da OCDE, que recomendam uma maior flexibilização.
No capítulo da redução dos obstáculos à concorrência, o relatório observa que "nenhuma medida importante foi tomada desde implementação de uma autoridade da concorrência independente em 2003".
Para a OCDE, a fraca concorrência observada em Portugal entre as indústrias de rede e nos serviços entrava o crescimento da produtividade ao não incentiv…

Combates pela mentalidade Historica 11

Imagem
"A Europa não existe: o que há é simplesmente a face europeia do projecto norte-americano", diz Samir Amin

Hoje trago uma entrevista a Samir Amin conduzida por Giuliano Battiston. Um texto para debate. Ei-lo

Samir Amin.
Um capitalismo de rosto humano? "Pura ilusão". Altermundialismo moderado? "Uma ingenuidade". Europa? "Ainda não existe". Longe da retórica cautelosa do politicamente correcto, incansável dinamizador de alternativas políticas e económicas ao dogma neoliberal dominante, o economista egípcio Samir Amin fez da linguagem franca, do rigor analítico e da paixão militante, os instrumentos de sua inveterada batalha para se considerar antes o homem e as suas necessidades do que o lucro. Partidário fervoroso da necessidade de acompanhar as reivindicações de justiça social, e de exercer a critica das desigualdades intrínsecas à globalização capitalista, e de uma radicalização da luta política capaz de unificar as diferentes energias dos movi…

Patrício Langa na Blogosfera

Surgiu hoje, um novo Blogue. De Patrício Langa, sociólogo, docente da Universidade Eduardo Mondlane e doutorando na University of Cape Town, África do Sul. Aliás, ele vive entre Maputo e Cidade do Cabo.
De nome Olhar Sociológico, Langa "pretende no blogue tentar educar o seu olhar sobre os fenómenos sociais, pretendendo fazer dele uma fábrica de ideias, um espaço para dar azo a imaginação e procurar cultivar a ‘mentalidade sociológica’...".
Visitem-no aqui.
Bem vindo ao bloguismo caro Langa, aliás, já há muito que anda nestas lides, faltava mesmo, era seu espaço.

A Renamo já navegavel. Novos dados

Imagem
O partido Renamo, o maior da Oposição, acaba de lançar o seu portal da Internet. Não sei quando, mas acabo de recebe-lo de um amigo. Trata-se do terceiro partido com a página oficial da Internet, depois da Frelimo e PDD.Váe confira aqui.

Comentário:
A página é feia, redigida num português gramaticalmente medíocre, pobre e sem conteúdo. Na mensagem de boas vindas, o seu líder parece não saber claramente o que pretende transmitir, muito menos a quem se dirige, os propósitos que o levam a lançar o sitio, etc.
Estética e tecnicamente, ainda há muito por fazer. Todo o sitio está preenchido por Estatutos do Partido, com um vocabulário antiquado.
Ainda chama a Frelimo de Partido marxista-Leninista; razão suficiente para que, no seu primeiro ponto sobre os objectivos da Renamo, definir como prioridade, a <<eliminação de todas as sequelas do sistema politico e económico marxista-Leninista e suas consequências na vida social>>. Esse era o discurso de 1986. Vinte anos depois, mantém-se …

Sobrevoar as vítimas de cheias

Imagem
A primeira ministra de Moçambique, Luísa Diogo, sobrevoou ontem a bacia do Vale do Zambeze, num esforço de se inteirar da gravidade da situação das cheias naquela região.
Não compreendi tamanho despesismo e desprezo pelas vítimas afectadas. Numa altura altura em que toda ajuda torna-se necessária, a ministra sobrevooupessoas- não sei se foi a baixa altitude ou a alta altitude - que, na verdade tanto estimariam a sua presença, palavra de força, carinho e de esperança.
O povo agradeceria, se ela descesse a superfície, conversasse com as vítimas desalojadas e desapossadas de seus bens.
Mas não, preferiu dar uma vista panorâmica do Vale do Zambeze, apreciando o rio a galgar as margens; verificando, espantada, bens destruídos, casas submersas, campos de cultivo destruídos, pessoas mortas; outras a gritar de socorro, etc. Preferiu antes sobrevoar, sei la de helicóptero e avioneta alugada pelo Estado, fazendo barulho, esse, que as pessoas pensavam tratar-me de mais uma operação de socorro! Pur…

Sobre a visita de Hu Jinta a Moçambique

Imagem
De um amigo e pelo telemóvel, recebi a seguinte mensagem:
"Em 1970 disseram os portugueses que ai vêem os chineses para vos sugar tudo. Em 2006 vi a forma voraz como os chineses cortam a madeira, se apoderam dos mariscos e monopolizam os concursos para construções e outros serviços.Ainda restará alguma coisa para os nossos filhos e netos? So Hu Jintao pode dar resposta a isso. Um abraço" (SIC)
Fim da sms.

Hu Jintao, presidente da Republica Popular Chinesa vem hoje a Moçambique. Não vem por mero acaso, ou em gozo de férias. Não vem por amor a Moçambique, apesar de, com a Frelimo, ter relações desde o início da Luta Armada de Libertação Nacional. Hu Jintao vem a Moçambique porque esta à rasca de recursos naturais, esses, necessários para combustibilizar a crescente economia chinesa.
E, cá entre nos, desenganem-se os que pensam que a sua vinda signifique a salvação para o povo moçambicano.
O périplo deste senhor pela África e em especial em Moçambique, significa a aniquilação do úl…

Combates pela mentalidade histórica 10

Angola durante a Guerra Civil

Após a independência de Angola em Novembro de 1975, o país mergulhou numa guerra sangrenta opondo a Unita, ajudada por forças norte-americanas e sul africanas bem como potências ocidentais, e o Governo do MPLA, apoiado pela URSS e países do Leste. Estávamos em plena Guerra Fria; aliás uma das suas manifestações na África Austral, onde a SADF-forças armadas de defesa da áfrica do sul de apartheid, davam conta de recado, encarregando-se de desestabilizar toda a região, através das suas investidas militares em Moçambique e Angola.
As imagens que abaixo verão, são testemunho de um dos momentos dessa guerra em Angola. A famosa Batalha de Cuito-Canavale. Armamento pesado incluindo carros blindados ao longo da fronteira de Angola e Namíbia na altura, sob gestão ilegal da RAS.



Aqui, armamento Russo em solidariedade com o Governo de Angola em 2000.

Arqueofuturista responde a Egídio Vaz

Breve Resposta a Egídio Vazé o título que "arqueofuturista" escolheu para responder ao meu post video-resposta, por mim lançado ontem neste blogue, visando o crescente desrespeito aos imigrantes africanos que, para a Europa vão buscar outra sorte, um bloguista amigo, português, sentiu-se mal e respondeu-me.
Vale a pena ler este artigo. Visitem-no aqui, e leiam o artigo-respostado arqueofutrista aqui.
Outro blogue para ver:
Máquina Zero

As Ciências Sociais e o Desenvolvimento segundo Aires Aly

Imagem
Quando pela primeira vez reagi contra uma Oração de Sapiência proferida pelo actual Ministro da Educação Aires Aly, pensava que fossem palavras de ocasião. Estava enganado.
Voltou, mais uma vez, a atacar as ciências sociais quando falava acerca da abertura de outras instituições universitárias no país.
Graças ao alerta do Professor Elísio Macamo, que no seu blogue fala sobre o mesmo assunto, o Ministro voltou a dizer que para a conceção das licensas para abertura de outras universidades e instituições de ensino supreior, os proprietários destas deverão se curvar à política vigente.
Portanto, a política vigente é a que prioriza o Desenvolvimento do Distrito e Combate à Pobreza Absolutta. Nessa, e para o meu espanto, o ministro não vê o papel das ciências sociais, mas o das Ciências, ditas exactas.
Será que estamos no caminho certo, quando começamos a ostracisar algumas áreas do saber em detrimento de outras? Será que o Ministro, está a falar coisas por conveniência política ou por convicçã…

Respeite o Imigrante

A questão da imigração não é assunto novo.
Ela mexe com as sensibilidade de todos. Imigrantes e cidadãos do país de chegada. Também mexe com Estados. Todavia, a questão parece estar a tomar contornos para além de políticos como acontece neste blog, ou neste. Por causa da minha insistência em contestar as posições destes bloguistas amigos, um deles dedicou-me um texto como este: O fardo de Egídio Vaz: perguntas para um moçambicano. E a minha resposta é esta: respeite o imigrante.
Se não pode ver aqui este filme, veja aqui.

E se eu morrer?

E se um dia, acordar sem vida, aliás com vida, mas de outro lado da vida?,
Quem irá dar prosseguimento a este blog?
E se eu morrer,
amanhã?
Quem irá anunciar a minha morte?
E neste blog?
-Ensinemos aos nossos mais próximos
A utilidade destes espaços;
Não os guetoizemos
Divulguemo-los
Blogueisemos as nossas casas
As nossas esposas
Os nossos filhos
Os nossos irmãos
Os nossos tios.
Só assim é que poderemos dar aos blogues
UMA EXISTÊNCIA SEM TERMINAL
PS: Isso surgiu após um sonho terrível: eu Morto. E se fosse verdadeiro?

O regresso do socialismo

Imagem
A Assembléia Nacional da Venezuela aprovou nesta ontem, em sessão extraordinária realizada na praça Bolívar, em Caracas, uma lei que outorga poderes especiais ao presidente Hugo Chávez. A votação dos superpoderes de Chávez estava marcada para antes de ontem, mas foi adiada para ontem para permitir a organização de uma sessão de votação especial, ao ar livre, na capital venezuelana.
A medida, chamada Lei Habilitante, dura 18 meses e inclui a permissão de acção por decreto em 11 âmbitos legislativos.
Entre os assuntos passíveis de decretos do governo estão a transformação das instituições do Estado, a participação popular, o exercício da função pública, o setor econômico e social, as finanças e tributos, e a segurança social e jurídica.
A lei também permite que Chávez actue sobre o sector energético, fazendo mudanças no sector dos hidrocarbonetos e seus derivados, assim como no sector de gás e serviço elétrico. Além disso, Chávez poderá actuar nas áreas de ciência, tecnologia, segurança e…