A Renamo já navegavel. Novos dados

O partido Renamo, o maior da Oposição, acaba de lançar o seu portal da Internet. Não sei quando, mas acabo de recebe-lo de um amigo. Trata-se do terceiro partido com a página oficial da Internet, depois da Frelimo e PDD. Vá e confira aqui.

Comentário
:
A página é feia, redigida num português gramaticalmente medíocre, pobre e sem conteúdo. Na mensagem de boas vindas, o seu líder parece não saber claramente o que pretende transmitir, muito menos a quem se dirige, os propósitos que o levam a lançar o sitio, etc.
Estética e tecnicamente, ainda há muito por fazer. Todo o sitio está preenchido por Estatutos do Partido, com um vocabulário antiquado.
Ainda chama a Frelimo de Partido marxista-Leninista; razão suficiente para que, no seu primeiro ponto sobre os objectivos da Renamo, definir como prioridade, a <<eliminação de todas as sequelas do sistema politico e económico marxista-Leninista e suas consequências na vida social>>. Esse era o discurso de 1986. Vinte anos depois, mantém-se inalterável.
Nem a própria Frelimo se revê nesse jargão politico!
Não vi ainda o seu programa de governo, os vários programas sectoriais, a sua visão de Estado.
Na Renamo é muito mais fácil ser-se membro. Também é muito fácil deixar de sê-lo. Não precisa de justificar porque se filia a esse partido. Tudo auto explica-se. Basta para tal providenciar seu nome-mesmo fictício, porque, não necessita de fotografias; declarar o pais onde mora-mesmo fictício, porque nem necessita a confirmação-, não é necessário declarar numero de Bilhete de Identidade! E o cartão não leva assinatura do Presidente, muito menos do seu Secretario geral! Quer dizer, o cartão de membro da Renamo é transmissível!
Confira a sua ficha de inscrição aqui

Se calhar, seja cedo demais para comentar!

Comentários

Diva disse…
Tou completamente sem palavras... para que comentar??? Fiquemos apenas pelos pensamentos...muito melhor mesmo.
Bjs meus
Egidio Vaz disse…
Se calhar, esperemos pela proxima actualização!
miazuria disse…
Creio que é de louvar a feitura e edição da página da Renamo.

É bem verdade que possui limitações técnicas e do ponto de vista ideológico é fraca.
Mas é sempre melhor do que nada!

Quanto ao "marxismo-leninismo" da Frelimo ele continua bem vivo no estilo e actuação política daquele partido/movimento.

A mundovidência M-L nas questões ligadas à economia foram olvidadas, mas a prática política perdura. Basta ver a estrutura e orgânica da FRELIMO!
Não mudaram nada...

Não se esquece tão rápidamente o que se aprendeu em Berlim Oriental,Moscovo e Pequim!

A FRELIMO é o que é hoje por força da nova conjuntura internacional (queda do sistema mundial denominado "socialista").

Em substância continuam com as sequelas do passado de ditadura, discriminação política,nepotismo e corrupção.

Com os meus melhores cumprimentos,

Miguel Angelo Jardim
Egidio Vaz disse…
Não me parecem que sejam essas as características de um partido Marxista-Leninista.
Estas são algumas das características gerais de um partido mimado.E a Renamo, nisso, tem grande culpa.
miazuria disse…
Podem não ser características exclusivas de um partido marxista-leninista, mas são de um partido que não perdeu, de todo, as raízes totalitárias.

Quanto à RENAMO tem toda a razão.

Os meus melhores cumprimentos.
Anónimo disse…
Limitacão podiamos aceitar se não estivessem lá (na Renamo) alguns académicos. Eu penso que é urgente que Aloni, Quelhas, Mazanga, Namburete, Araújo, Mussá, Leopoldo, entre outros, actualizem o portal, colocando-nos aquilo que é necessário. A única maneira é interpelar estes senhores e que nunca deverão culpar no Dhlakama, pelo menos nisto de portal.
Egidio Vaz disse…
Pode ter razão, oh anónimo.
Mas antes de culpa-los, importa também questionar se a eles falta a vontade ou ORDEM para fazer algo.
Anónimo disse…
Tenho um problema no meu próprio computador para abrir o neste blog, mas continuar...

Ordem para organizar a casa? Quem daria essa ordem? O general Dhlakama?

Penso que o melhor é que estes senhores (académicos de quem esperamos sua producão na Renamo)viessem a nos declarar nem que em voz baixa que foram proibidos a organizar e actualizar o portal. E se possível punidos. Eu imagino que alguns dos problemas dos renamistas é falta de colaboracão entre eles, individualismo, falta de iniciativa criadora. Depois são acusacões mútuas. Como eles aperceberam-se que todos nós sabemos que o Dhlakama é o maior problema da Renamo, acham eles que já não precisam de trabalhar arduamente e porque depois tudo fica à responsabilidade do Dhlakama. Bem, tudo é hipótese.

Mensagens populares deste blogue

Gwaza Muthini, na forma como a conhecemos hoje é um BLUFF HISTÓRICO.

PENSAR NA PAZ SABENDO O QUE FAZER: ENTRE O VAZIO DAS PALAVRAS E O BELICISMO, A TERCEIRA VIA

Aprender de Angola? Que lições?