Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2007

A terra pertence ao Estado?

Imagem
A nossa lei de terras é tida como das mais progressivas do Mundo pois "prpotege os cidadãos dos apetites capitalistas". Pois bem, muitas vezes temos ouvido notícias sobre rixas entre os nossos políticos/capitalistas. Há bem pouco tempo, um parlamentar e uma governante disputaram um depaço de terra em Bilene. Tudo porque ambos queriam erguer suas casas com vista para o mar.
Diversos jornais moçambicanos já denunciaram casos de venda de terras por parte de turistas e alguns "investores" estrangeiros por via da internet. O Governo, este, sempre fez ouvidos de mercador.
Esta firmaque põe à venda a orla márítma da Praia do Tofo não é governamental. E vide à que preço se está a vender.
Será que o Governo ainda quer provas?

25 de Abril de 1974

Portugal, tal como os países que outrora colonizou, lembram hoje a passagem de mais um aniversário da queda do regime fascista de Marcelo Caetano. Foi no dia 25 de Abrilde 1974 que o Movimento de Forças Artmadas, derrubou o então regime ditatorial de Marcelo Caetano, legado de António de Oliveira Salazar, este, que infelizmente coube-lhe o título de Grande Português de sempre, através de um concurso televisivo da RTP. O derrube deste regime teve dois significados, quanto a mim, inportantes:
O primeiro, demonstrou ao Mundo, a insustentabilidade de regimes autocráticos, ditatoriais e militaristas. Ao mesmo tempo, a vitória sobre os fascistas deixou sem argumentos àqueles que pretendiam manter a colonização sobre os territórios ocupados por Portugal. Dentre eles, podemos salientar o General António de Spínola. O segundo significado, militar, foi de que os militares portugueses mostraram claramente aos seus líderes quão injusta era a Guerra que faziam nos territórios sob sua ocupação. Ao a…

Globalização Económica Neoliberal

O filme que acabam de ver é o pouco daquilo que a câmara de filmar conseguiu captar e reproduzir. Trata-se do morticínio de soldados americanos no Iraque. Com um orçamento miliatr superior ao resto do conjunto dos países do G8, os EUA teimam em manter os seus soldados no Iraque. A pretexto de estarem a defender os interesses nacionais (mas que não passam de empresas petrolíferas e de construção civil chegados ao Presidente Bush) estes soldados vão e voltam. Mas nem sempre no mesmo estado. Uns voltam vivos, mas severamente invalidados, outros mortos e ainda outros, os sortudos, vivos e bons. Numa altura em que preparam mais um raide ao Irão, importa questionar: quando é que opovo americano tomará o seu destino nas suas próprias mãos, livrando-se de uma vez de líderes tiranos e egocêntricos como Bush e companhia?

Solidariedade

Imagem

As metarfoses Sibindescas

Imagem
Hoje resolvi trazer um texto escrito em 2004, último mês, pelo actual Presidente do PIMO-Oposição Construtiva, Ya-Qub Sibindy, em reacção aos resultados das eleições que deram vitória à Frelimo e seu candidato, Armando Guebuza.Por uma simples razão. É que se compararmos o discurso daquele, feito em 2004, podemos ver que Ya-Qub fez uma viragem vertiginosa, daquelas de 360 graus. Ao partido que acusava-o de ladrão de votos, hoje é seu grande aliado. Até pude oferecê-lo dinheiro no âmbito do último Congresso tido em Quelimane. Em troca, Ya Qub, foi "Estagiar".Hoje, Ya-Qub marca audiências para agradecer ao Presidente da República, pelo seu empenho no combate à Pobreza Absoluta do País. E processa Dhlakama acusando-o de um belicista nato. Aliás, foi ele quem propôs a purificação de Dhlakama pelas águas da democracia! Eis então, o texto:

O PIMO apela aos políticos e toda a sociedade em geral para não reconhecerem as instituições que advirão desta farsa, por serem ilegítimas e ant…

Quem foi mais original?

MC Roger?


Ou Vasco Condo?

Polícia da República de Moçambique rende-se à audácia dos Criminosos

Foi ontem anunciada a extinção da Brigada Mamba, criada para combater o crime violento, desmantelar redes de criminosos bem como o tráfico ilícito de drogas.
Criado em 2005, a Brigada teve todos meios para o fazer: carros, armas, algemas, informantes, tudo. De facto, identificaram tantos criminosos, mataram alguns, prenderam outros, mas a maioria acabou sendo de novo solta. Segundo o Vice-Ministro do Interior, José Mandra, a extinção da Brigada acontece porque a sua missão terminou.
Portanto, Mandra sugere que o crime na cidade de Maputo e Matola, já não existe! Obrigado Excelência.
Mas Pedro Cossa, seu Porta-Voz, reconhece que trata-se de uma medida que visa salvar os poucos Polícias que restaram.
É que de algum tempo a essa parte os tais Polícias Mambas deixaram de sê-lo para assumir a condição de meras caças. Eram os polícias a serem caçados. Desde 2005 a essa parte, morreram mais de 10 polícias vítimas de baleamento por criminosos sendo o evento mais espectacular, o baleamento do Com…

Parabéns Professor

Faz hoje um ano que o Professor Carlos Serraé blogger. Faz hoje um ano desde que a sua oficina foi aberta. Em pouco tempo, ela ganhou uma notoriedade invulgar na nossa blogosfera. Num ano, a sua oficina produziu dois livros: Diário de um Sociólogo 1 e Diário de um Sociólogo 2.
Em um ano, um Blogdestacou-o. Outro blog, o Curto e Grosso, classificou-o como blog de Outro Nível.
Para além do José Pimentel Teixeira, Carlos Serra foi dos primeiros mais destacados cientistas sociais a "acreditar nas viabilidade das tecnologias de comunicação e informação" como meio válido para a discussão e intervenção cívica.
Num momento em que alguns cientistas sociais eximem-se à sua condição de cidadãos, Serra foi dos poucos a contrariar a regra. Por isso, não faltaram pessoas que o criticaram o seu intervencionismo na esfera pública.
Por tudo o que ele nos ensinou, desejo a si e ao seu blog, longos anos de vida.
PS: O Professor passará a ter duas datas natalícias: o do seu nascimento e do seu blog.…

Os pequenos também merecem nosso apreço

Imagem
Um dos aspectos que a nossa imprensa carece é a modéstia. Principalmente a imprensa pública, que vive à custa dos impostos do povo.
Na sexta feira, Paulo Zucula, Director do INGC anunciouo fim da emergência, decretada à luz das cheias e ciclone Favio que se abateram sobre a região centro e sul do país. Igualmente, ouvimos, através dos meios de comunicação social, que a grande preocupação agora seria a reconstrução. Zuculaaté aconselhou as pessoas a começarem a trabalhar, e não esperar a comida do Governo.
Ora bem, se por um lado isso aconteceu com uma ampla publicidade dos media, no mesmo dia, um Governo tão modesto; o Governo Malawiano, procedia no distrito de Caia, Província de Sofala, a entrega de um donativoavaliado em 11 milhões de Kwachas malawianos. Isso ninguém escreveu, senão os próprios malawianos. A Embaixada de Malawi, não embandeirou esse gesto.
Sim, a doação consitiu em onze toneladas de farinha de milho, dois mil litros de óleo de cozinha, duas toneladas de feijões, cinco…

Gabriel Muthisse Responde a Egídio Vaz

Tardou, mas chegou. É o Gabriel Muthisse, que desta vez decidiu responder ao artigo por mim escrito, onde o criticava pela forma "simplista" como analisa as desigualdades sociais em Moçambique e no Mundo(?) em geral. Aqui fica então o artigo. A jutstificação do porquê só agora, está mais abaixo. Não poderei fazer nenhum comentário neste post, para não distorcer a leitura. Caros amigos,
Li atentamente a “crítica”de Egídio Vaz ao meu último artigo publicado no jornal meianoite. Posso desde já dizer que se o objectivo era bater, fe-lo com muita contundência. Meus parabéns por isso. Resta no entanto examinar o mais importante, ou seja, se os seus argumentos terão sido expostos com a competência e a verve a que nos habituou.
Na verdade, o que depreendo da “crítica”do Egídio é um conjunto de equívocos e uma mal disfarçada antipatia ideológica em relação às hipóteses que levanto. Um primeiro equívoco é quando o Egídio fala de capitalismo selvagem “adoptado consensualmente por todos nós…

Como “bater-te” Gabriel Muthisse?

Imagem
“Como bater-te, meu filho!?” (que também podia ser filha). Esta é a frase que frequentemente ouvimos das mães, quando estão tristes com o comportamento do/a filho/a. Pior, quando, já com os nervos à flor da pele, não mais conseguem descarregar sobre o/a filho/a, limitando-se, ela própria a chorar! - “Filho/a que tanta dor senti quando te nasci, não me mate de nervos”, apela, frequentemente a mãe, desesperada.
Não é sobre isso que hoje quero falar. Muito menos estarei neste texto, procurando ajuda ou conselhos de como “bater” no Gabriel. Esta é a forma, quase cómica de começar um artigo, onde faço uma análise crítica ao texto de Gabriel Muthisse, hoje, 10 de Abril, publicado no Jornal Semanário Meia Noite. E o título não vem por acaso. É que o texto de Muthisse criou em mim muita tristeza. Não apenas pela sua falta de coerência na argumentação, como também por sua insistência em argumentos falaciosos. Cumprindo com o princípio de caridade, indispensável para quem pretende fazer uma críti…

(83+1)+7=91

Imagem
O Partido que sustenta Robert Mugabe no poder, a Zanu PF anuncioou há dias, que Robert Mugabe, actual Presidente da República do Zimbabwe e respecivo líder do partido, será o seu próximo candidato presidencial nas próximas eleições, a terem lugar em 2008, se tudo correr bem. Ao que tudo indica, os partidários de Mugabe, nomeadamente os seus correligeonários, simpatizantes e amantes acham que ele ainda goza de uma popularidade invejável no meio rural e urbano capaz de por de joelhos o seu rival, o Movimento para a Mudança Democrática do Zimbabwe, MDC. As contas acima feitas, deixam-me muito preocupado. Robert Mugabe, como a maioria dos ditadores do Mundo, nunca se convence do seu cançaço. Se governar um país também possa ser entendido como um serviço abnegado e orientado à solução dos demais problemas e por essa via, o destino de um povo, então, esse serviço deve, a todo custo, ser cansativo. E por isso, merecedor de reforma ou descanso. Pior, se esse serviço (o de governar) também sej…

Recreio e Divulgação

Recreio e Divulgação é o título de uma das secções nas páginas do Jornal Notícias. Nela aparecem divulgadas notícias nacionais, internacionais, desporto, cultura, enfim, tudo aquilo que não mereceu destaque nas páginas nobres como "economia, política, nacional, capital, etc. Do mesmo modo, os textos do sociólogo Elísio Macamoapareciam na secção denominada "sociedade". Não sei bem o critério usado para qualificar tanto os textos como as notícias. Por isso a conclusão a que cheguei. Posso estar errado. Na sua edição de ontem, o jornal traz a notícia de que até 2025 o país passará a ter 6500 cientistas. Isso mesmo, 6500. Ou seja, nos próximos dezoito (18) anos, o país terá que formar 5900 novos "cientistas". E desenganem-se os que pensam que os ceintistas sociais estão inclusos. Para o Ministério de Ciência e Tecnologia, cientista é aquele que sabe fazer. E a prova disso é o seu portal. Na secção de "Instituições de Pesquisa", apenas estão onze (11) Inst…

Força do Hábito ou Pura Adulação?

Christopher Paterson "deseja" a Armando Guebuza, uma "longa permanência no poder"Não sei se desejaria o mesmo ao Tony Blair. Mas fê-lo aqui. Um senhor, provavelmente muito bem dado à técnicas de bajulação, de nome Christopher Paterson, Presidente e Director Executivo para a área da Educação da Editora Multinacional Macmillan, pediu ao meu Presidente, Armando Guebuza, uma "longa permanência no poder". Isso mesmo, longa permanência no poder (aqui ressalva-se a ocorrência de Golpe de Estado, coisa que não passa pela cabeça de nenhum moçambicano, muito menos ele); ou seja, enquanto houver a vida, senhor Guebuza, governe à vontade este país que é seu, pois, nas suas palavras, "Guebuza é o verdadeiro homem do Povo". Essa, de verdadeiro "Homem do Povo", também não passa de uma provocação à obrasobre Samora Machel, cujos autores assim decidiram o apelidar. Mas, menos mal. Também podem ser os dois: homens do povo.
Aconteceu no lançamento da Biog…

Implosão do Hotel 4 Estações

Aconteceu no sábado passado, dia 31 de Março logo pelas 7 horas de manhã. A demolição de um espantalhoque ingloriamente teimava em aceitar o nome de Hotel 4 Estações. Um mito de per se, esse entulho de pedra e cimento, nunca em algum momento chegou de nos orgulhar. Por mais de trinta anos, esteve ali a criar uma autêntica poluição visual, tinha que ser demolido e sobre as suas cinzas, erguer-se coisa útil. Abraço ao bom senso. Confira a queda do monstro.

Comentário de João Feijó

Imagem
Em resposta ao post sobre a publicidade anti-imigração lançada pelo PNR João Feijó fez um comentário que achei de extrema imprtância pó-la aqui.
Noutra extremidade, também Máquina Zero respondeu à minha indignação. Confira qui.
Aqui vai o comentário de João Feijó. Muito obrigado João

Perante a radicalização dos discursos (processo no qual também fui responsável), que em nada contribui para se esclarecer a questão, acho importante referir o seguinte: 1- Em qualquer parte do Mundo onde se viva uma crise económica e onde aumenta a competição pelo acesso aos recursos de poder (aos empregos, salários, habitação, enfim, ao consumo em geral) torna-se compreensível que emirjam discursos de exclusão do outro. Os grupos minoritários mas socialmente mais visíveis transformam-se, facilmente, em bodes expiatórios. Não interessa que tenham culpa ou não, o que importa é imaginar um inimigo externo para culpar dos males que nos afligem. Trata-se de um processo social observável, repito, em qualquer part…