Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2006

Injustiça!

Imagem
Pilharam computadores com material confidencial, duas viaturas, e outros bensÉ proibido por algemas às palavras.
- Carlos Cardoso Um Juiz mandou penhorar os bens da Televisão, Rádio, Revista e Jornal pertencentes ao Grupo Soico, dona da Stv, Sfm, Fama Magazine e o Jornal Semanário o Pais.
Vergonha
Leia a história aqui

Nasce mais um blogue

Tratados Sócio-políticosé o nome de mais um blogue meu, criado ontem.
Neste momento estou actualizando-o com informação pertinente. Agradecia que o visitassem, e deixassem um comentário/contribuição para que, logo de início, fosse"nosso".
Mais sobre ele, só no próximo ano, aliás ele apenas será oficialmente lançado no dia 1 de Janeiro.
Em resumo, ele prestará mais atenção à todos fenómentos relacionados com os processos da globalização levados à cabo por diferentes actores como sendo cientistas sociais, os estados, os mercados, as organizações de inetegração económica e de cooperação multilateral, vistos à partir de uma perspectiva das relações internacionais.
Um abraço à todos e bom ano.

Muito Obrigado e Feliz 2007

Imagem
Desejo a todos caros leitores um ano cheio de sucessos e que grande parte dos sonhos, anseios, planos e desejos sejam materializados.
Não vos desejo sucesso absoluto porque assim, jamais lutariam; a vida não teria interesse; desejo-vos sim a materialização de grande parte dos anseios, aqueles que vos dará mais força para continuar a lutar.
Comida, saúde, e sabedoria.
Abraço especial vai para Celso Cau. Aos bloguistas amigos, o meu muito obrigado à Oficina de Sociologia, Maschamba, Macua de Moçambique, Nkhululeko, Descobertas, Sexante, Pululu, UDS, e todos aqueles que contribuiram para o desenvolvimento desse blog. Conto convosco no próximo ano, para continuar com este projecto. A todos, um abraço. Foto:Lago Tinti, Comunidade de Gala, Localidade de Zitundo, Distrito de Matutuíne, Província do Maputo, Moçambique.
Foto por mim tirada a bordo de um barco local

Neoliberalismo no Futelol

O texto que se segue é da autoria de Emir Sader. Útil para os brasileiro, útil para os moçambicanos como para qualquer um. Mostra claramente até que ponto as nossas vidas estão sendo mercadorizadas. Este é o seu link, e agradecia que o lessem com frequência.
Ai vai ele:
Neoliberalismo no futebol
Na euforia mercantil que tomou conta do país há uma década e meia, surgiu a panacéia para o futebol (e para os outros esportes): “profissionalização” tornou-se a palavra mágica. Lei Pelé ou como ficou conhecida a lei, supostamente daria mais liberdade aos jogadores e melhor administração aos clubes. Mas o que aconteceu com os esportes – e, em particular, com aquele que, de longe, é o de prática e significação social mais ampla: o futebol?O que mais avançou não foi a melhoria na gestão dos clubes, nem suas finanças, menos ainda as instalações esportivas ou a formação dos jogadores e a conseqüente melhoria na qualidade do futebol jogado no país. A principal mudança foi a passagem do reinado dos c…

Medicina Tradicional em áreas Urbanas

Imagem
Peles de animais raros: dentre eles Pangolim (vide as maos)
Plumas de aves raras: dentre elas avestruz (ao pé da bacia)

Garrafeira de pó e outras soluçoes. Nao consegui descobrir nada! A medicina tradicional desempenha um papel fundamental na sobrevivência de grande parte das populações em Moçambique. Por isso ela deve ser reconhecida. Disso ninguém tem dúvidas. E faria papel de palhaço de parasse por aqui.
Todavia, às vezes questiono-me sobre as razões que levam ao cada vez maior florescimento desse tipo de medicina nas cidades, onde o acesso aos hospitais é cada vez maior. Era de supor que, à medida que os serviços de saúde fossem alargando a sua rede à nível nacional menor seria o recurso à ela.
O que noto é exactamente o contrário. Noto cada vez maior simbiose e nalguns, casos, mestiçagem e coabitação entre as duas práticas. Alguém vai ao hospital e à tarde ao médico tradicional para o mesmo problema.
Noto também uma “luta” entre advogados da medicina dita biomédica e a “tradicional”.…

Combates pela mentalidade histórica 9

Hoje trago-vos um texto de Boaventura de Sousa Santos, sociólogo português sobre a Ásia.
O texto foi publicado na Visão em 21 de Dezembro de 2006. Muito útil para o leitura e reflexão.
Para importa-lo em word, clica aqui
A Ásia
De repente, os governos ocidentais mais desenvolvidos (G7) descobriram uma nova ameaça: a Ásia, entendendo-se por Ásia basicamente a China e a Índia. Os media começaram a bombardear a opinião pública com uma série de dados todos eles ameaçadores para a hegemonia do Ocidente na economia mundial: em 2030 a China será a maior economia do mundo, deixando para trás os EUA; dentro de 25 anos a soma do produto interno bruto (PIB) da China e da Índia será superior à do G7; daqui até meados do século, a China e a Índia crescerão 22 vezes enquanto o G7 crescerá apenas duas vezes e meia; a China já é o quinto maior exportador, o sexto maior importador e o maior investidor em África; a cimeira África -Ásia do passado mês de Novembro mostrou que uma nova e poderosa parceria mun…

Estado Geral da Nação de Armando Guebuza

Imagem
Armando Guebuza, Presidente da República de Moçambique, foi ao Parlamento Nacional apresentar aquilo que ele acha que foi o Estado Geral da Nação que ele dirige, seguindo à rtisca o que a lei o obriga. Na verdade o que disse constitui motivo de várias interpretações donde se retira várias ilações também. Para que cada um de nós tire as suas ilações sem ouvir de outrem, eis aquio texto integral do PR.
Baixe também AQUI
Apenas deixo-vos a parte introdutória, que só os políticos têem pachorra para percorrê-la, e se calhar, por isso mesmo que dizem que o país está bem. É que é preciso ter força, aliás estar bem nutrido para, depois deste pedaço, ainda ter que ler mais de 23 páginas de relatório nacional!
Sua Excelência Senhor Presidente da Assembleia da República,
Excelentíssima Senhora Primeira Ministra,
Venerando Presidente do Tribunal Supremo,
Venerando Presidente do Tribunal Administrativo,
Venerando Presidente do Conselho Constitucional,
Digníssimo Procurador-Geral da República,
Senhores Memb…

Violência Doméstica: homens também sofrem-na

SegundoLurdes Mabundado Ministério do Interior, mais de 1700 homens sofreram actos qualificados como violência doméstica em Moçambique.
A Província de Manica foi a que menos casos registou enquanto que a Cidade de Maputo foi a que mais casos teve, com 40%.
Os actos mais frequentes incluem cárcere privado, espancamento e violência psicológica.Envenenamento com garrafas moídas e substâncias tóxicas vêem em segundo lugar.
Fonte: Jornal da Noite de 18.12.06, Stv

Novos conteúdos no espaço para Downloads

Caros amigos leitores,
Atentem-se aos novos conteúdos para descarregar (download) na parte direita do blog.
Há três áreas fundamentais que, doravamente tentarei actualizar com novos textos: a das ciências económicas, epistemologia das ciências sociais, história e, eventualmente, sociologia e relações internacionais.
Estou também disponível para partilhar qualquer texto ou livro que acharem importante para o efeito. Basta me enviar e eu porei à vista de todos.
Um abraço e bom proveito

Xtaka Zero

Imagem
Esta foto foi tirada daqui. São os Xtaca Zero. E fí-lo de propósito destacá-los hoje, como fez o Professor Carlos Serra no seu blog.
Estes são exactamente o inverso deste.
E um dia eu me bati contra essa forma de fazer música, travestida em crítica social.
Um abraço a boa Música Moçambicana.

Auto-Bajulação

Imagem
Esta publicidade é o exemplo de auto-bajulação.
A mensagem que pretendia passar para o público era de que no dia 15 de Dezembro haverá uma cerimónia de graduação dos primeiros licenciados em Hotelaria e Turismo em Inhambane, formados pela Universidade Eduardo Mondlane.
O resto é auto-bajulação; culto de personalidade.
Veja se as palavras sublinhadas tinham razão de figurarem no tal anúncio.
" Será um momento histórico em que se fará um balanço positivo..." (então se já se sabe que se fará um balanço positivo não vale a pena fazer o balanço; apenas celebrar)
"...constituindo um marco histórico e exemplo prático da actualidade prática do Plano Estratégico da instituição..."(pelo que eu saiba, o tal do Plano estratégico anda ha séculos que não é avaliado)
"A Cidade de Inhambane registará momentos de brilho e alegria..." (Como sabe?)
Dr..... (precisava?)
(Mestre em Ciências Jurídicas...") - não é necessário ter este grau universitário para se ser o que ele é; po…

Crónica de viagem (ilustrada)

Imagem
Na Administração de Marracuene, 30 de Novembro de 2006

Crónica de viagem (ilustrada)

Imagem
Não me recordo bem onde foi, mas estava já saciado. Disto tenho certeza

Crónica de viagem (ilustrada)

Imagem
Algures em Bela Vista, Matutuíne. Procurando mais contactos para entrevistas.

Crónica de viagem (ilustrada)

Imagem
Esta árvore é mágica, se calhar, a mais importante na Administração da Reserva Especial de Elefantes de Matutuine, Província de Maputo. Só aqui e na posição em que os telemóveis se encontram posicionados é que se pode receber o sinal da MCel.

Filipe Chimoio Paúnde, novo SG da Frelimo

Imagem
O homem à direita (esquerda do Presidente da República, Armando Guebuza) é o novo homem forte da Frelimo.
Chama-se Filipe Chimoio Paúnde. Eleito Secretário-Geral da Frelimo no recém terminado Congresso. Cabe a ele, a reorganização do Partido e a moldagem á imagem de Guebuza. É o fim do último reduto da era Chissano e o advento da era Guebuza rumo aos três processos eleitorais que tem pela frente: Conseguir vitórias nas eleições provinciais de 2007, autárquicas de 2008 e gerais em 2009. Uma obra. Foto retirada do site oficial da Frelimo

Estou fora da Internet por mais 5 dias

Caros amigos,
Como devem ter notado, não actualizo o blogue há mais de 10 dias.
Na verdade é tudo isto contra a minha vontade.
Encontro-me a fazer um trabalho de pesquisa de campo, baloiçando entre os Distritos de Marracuene e Matutuíne.
E com ampressão do trabalho, tenho muito pouco tempo para pensar Moçambique através deste espaço.
Garanto que a partir do dia 09 estarei de volta.
Um abraço, convicto na vossa compreensão.
PS: Hoje tive sorte. Passei pela cidade do Maputo para reabastecer-me.
Até já.
E.V