Auto-Bajulação


Esta publicidade é o exemplo de auto-bajulação.
A mensagem que pretendia passar para o público era de que no dia 15 de Dezembro haverá uma cerimónia de graduação dos primeiros licenciados em Hotelaria e Turismo em Inhambane, formados pela Universidade Eduardo Mondlane.
O resto é auto-bajulação; culto de personalidade.
Veja se as palavras sublinhadas tinham razão de figurarem no tal anúncio.
" Será um momento histórico em que se fará um balanço positivo..." (então se já se sabe que se fará um balanço positivo não vale a pena fazer o balanço; apenas celebrar)
"...constituindo um marco histórico e exemplo prático da actualidade prática do Plano Estratégico da instituição..."(pelo que eu saiba, o tal do Plano estratégico anda ha séculos que não é avaliado)
"A Cidade de Inhambane registará momentos de brilho e alegria..." (Como sabe?)
Dr..... (precisava?)
(Mestre em Ciências Jurídicas...") - não é necessário ter este grau universitário para se ser o que ele é; portanto, é impertinente.
"(Director do Gabinete Jurídico...)"
PS: No Jornal Notícias de hoje a mesma pessoa aparece com o mesmo anúncio auto-entitulando-se como Porta Voz em vez de Director do gabinete Jurídico.
Coisas de Moçambique.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

PENSAR NA PAZ SABENDO O QUE FAZER: ENTRE O VAZIO DAS PALAVRAS E O BELICISMO, A TERCEIRA VIA

Gwaza Muthini, na forma como a conhecemos hoje é um BLUFF HISTÓRICO.

Aprender de Angola? Que lições?