Vamos a Chibabava!

De acordo com Susana Espada, jornalista da TVM, o Distrito de Chibabava, Província de Sofala registou no ano passado, mais de 25 mortes por linchamento à catana. O motivo é simples: Ciúmes, acusação de feitiçaria e ódio. Entrevistando o Comandante da PRM local, este exclamava dizendo:
- "Quando os maridos da maioria das senhoras que aqui vivem voltam da África do Sul, onde trabalham como mineiros ouvem fofocas de que a sua esposa "andava" com aquele ou aquele senhor. Ele quando ouve isso nem quer mais perguntar. Pega na catana e vai por cima do indivíduo. Outras vezes acontece quando este vai ao curandeiro saber quem lhe enfeitiçou, ou quem está a fazer com que a sua vida não ande. Aí, mal que saiba, também acontece o mesmo. Eu acho que é a força da cultura. Aqui as pessoas estão muito ligadas á sua cultura". (Sic) Fim da citação. os grifos são meus.
Susana, espantada termina com um "Vivo"
- "Não se sabe porque que é que depois de tantos anos, desde os tempos pré-coloniais, as pessoas aqui ainda continuam apegadas á sua cultura. A obediência cega às práticas mágicas está a dizimar pessoas aqui em Machanga. É importante saber as causas sociais deste mal. Só os cientistas sociais é que podem desvendar este mistério". Fim do "Vivo"
Colegas, vamos á Chibabava!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O tempo da comunicação

PENSAR NA PAZ SABENDO O QUE FAZER: ENTRE O VAZIO DAS PALAVRAS E O BELICISMO, A TERCEIRA VIA

Gwaza Muthini, na forma como a conhecemos hoje é um BLUFF HISTÓRICO.