Discriminação: Alemã ganha processo graças à Matemática, uma "estreia" no país

Berlim, 27 Nov (Lusa) - Uma alemã que pôs um processo por discriminação, por considerar ter sido lesada na sua carreira em razão do género, ganhou em tribunal na base de um cálculo de probabilidades, pela primeira vez na Alemanha.

Esta alemã de 47 anos acusava o patrão de ter beneficiado um dos seus colegas masculinos com uma promoção para um cargo de direcção que ela também podia ocupar dada a sua competência e antiguidade, superior à do colega escolhido.

Para o preenchimento do cargo, a empresa não solicitara a apresentação de candidaturas.

Em apoio da sua argumentação, a queixosa fez uma análise matemática sustentada em cálculos de probabilidade.

Esta análise demonstrou que havia apenas um por cento de hipóteses de todos os cargos de direcção de empresa - 16 no total - serem ocupados por homens unicamente contando apenas com a competência, e isto, apesar de o pessoal da empresa ser 85 por cento feminino.

O tribunal de Trabalho de Berlim deu razão à queixosa, estimando que estas nomeações masculinas não aconteceram por "acaso".

Condenou a empresa GEMA a pagar-lhe 20.000 euros de indemnização por perdas e danos, a reembolsá-la do equivalente ao prejuízo financeiro por não ter sido nomeada, ou seja, cerca de 28.200 euros até hoje, e ainda a continuar a compensá-la no futuro da diferença mensal entre o seu salário e o do colega promovido.

A queixosa, que reclamara uma verba mínima de 90.000 euros de indemnização, considerou a sentença demasiado benévola e conta recorrer, como aliás fez o empregador.

TM.

Lusa/Fim

Confira aqui


SEM COMENTÁRIOS!

Comentários

Chacate Joaquim disse…
A justiça que seja feita ahahah... Egídio. até quando essa chega em África? ah!... alguns que acham que a compência é inferior à confiança nos indmnizariam bem mesmo ahahah...

Abraços garamei dessa Egidio
deodatto disse…
hehehehe,...sou novo por aqui e ja percebi que realmente dicute-se temas importantissimos e curiosos, embora algumas vezes longos por demais. quanto ao tema aqui mensionado, digo que,... realmente nos homens temos que aprender a deixar o machismo de lado,..heheheheh...bwe dificil isso...

Mensagens populares deste blogue

Gwaza Muthini, na forma como a conhecemos hoje é um BLUFF HISTÓRICO.

O tempo da comunicação

PENSAR NA PAZ SABENDO O QUE FAZER: ENTRE O VAZIO DAS PALAVRAS E O BELICISMO, A TERCEIRA VIA