Queremos uma PRM que proteja!

Essas imagens são de Aquinaldo Mandlate, Advogado Estagiário da MGA Advogados e Consultores, barbaramente espancado e baleado pela nossa Polícia da República de Moçambique na manhã de ontem, Segunda Feira, dia 02.07.07

A História é essa:
Na manhã de segunda-feira, Aquinaldo Mandlate, Advogado estagiário da MGA, quando acompanhava funcionários de um cliente (Instituição Bancária) à esquadra da Machava para serem ouvidos em auto de declarações foi barbaramente espancado pelos policias e alvejado com um tiro de raspão à cabeça. O Advogado Estagiário encontra-se na clínica especial de Maputo, livre de perigo, porém em estado de choque, sendo o seu estado de saúde grave.
Já não basta que a PRM desproteja os cidadão. É fundamental, acima de tudo, espancá-la, humilhá-la e, se possível, matá-la como foi desta vez, com o cidadão Aquinaldo Mandlate, que recebera um tiro na cabeça.
Há um mês, mais um cidadão foi baleado por ter sido encontrado a urinar na via pública. Ha três meses um cidadão, funcionário do Ministério da Saúde foi mortalmente baleado na Costa do Sol, quando foi confundido com "um perigoso cadastrado". Já não falo em supostas "balas perdidas" da PRM que já mutilaram milhares de cidadãos em pleno dia bem como na calada da noite.
Aquinaldo Mandlate já não. Foi massacrado em plena Esquadra da Polícia, lá onde se supunha ser o lugar mais seguro; onde todos nós deveriamos acorrer quando aflitos! Independentemente das causas que poderiam estar na origem da quelera, acho que os polícias precisam de desarmar.

Comentários

CF disse…
Imagens chocantes, muito chocantes


Sr. Pacheco ja basta, pare com isso...


Egidio qual é a versão da policia?


Um abraço
Egidio Vaz disse…
Ainda não a tive. Espero a todo o momento buscá-la
Isabel-F. disse…
...costumo aqui vir para ver como vai a minha Terra ...

fiquei tão chocada e revoltada com esta notícia ...

beijinhos
Anónimo disse…
Estou completamente chocado

AA
chapa100 disse…
estou chocado, com o nivel de violencia usada.
Anónimo disse…
Finalmente lá veio o comando provincial da PRM repor a verdade dos factos. Tardou mas chegou. Ontem no noticiário da noite da STV. Na verdade, o jovem advogado não foi sijeito a quaisquer sevícias da polícia. Tudo não passou de ilusão óptica de todos nós. Na verdade, o jovem advogado teve APENAS umas pequenas escoriações resultantes duma pequena queda embrulhado com o agente da polícia. Obrigado senhor comandante provincial da PRM. Estamos todos esclarecidos. Elson.
Anónimo disse…
Amigos, eu particularmente fiquei chocada com as declaracoes do porta voz da policia. Que historia mais mal contada!!!, Isto e o mesmo que nos passarem a todos um atestado de ignorancia. Dizer que o ilustre advogado recebeu uma chamada que o deixou tao perturbado a ponto se retiar da esquadra usando o muro ao inves da porta??? a nao ser que ele tenha sido acometido por um ataque de loucura.o pior e que temos a memoria tao fraquinha, quado o ilustre advogado se recuperar das "escoreacoes" e puder falar ja nos teremos esquecido ou para variar havera mais algum escandalo a "bater" Chissa!!!
Egidio Vaz disse…
Só pra ver que as declarações dos dois porta-vozes são contraditórias...
-O primeiro, da matola diz que o Polícia que o "embalou" entregara antes a arma ao colega antes de se dirigir ao advogado.
-O segundo, diz que os Polícias confundiram o advogados com um recluso que estava em fuga...Atentem nas palavras "confundiram". Quantos cidadãos não são mortos pela polícia por serem confundidos?
Anónimo disse…
Egidio, independentemente do mobil que levou a policia a violentar o cidadao, fiquei chocado com as imagens.
a primeira pergunta que me apareceu foi esta: Ate hoje a lei mocambicana permite tortura a cidadaos nas esquadras? Eu nao tenho informacoes, quem saber pode responder!
Sergio vip
Anónimo disse…
Sérgio, tenho as mesmas dúvidas. Não entendo como é que o Elson fica satisfeito com a estória do porta-voz da polícia.

Veja-se a situacão que se vive. polícia, advogado, bandidos a se matarem frequentemente. Os linchamentos incontáveis.

Tempo de reflexão. Como se desenvolveu tudo isto? Há alguma coisa que não está bem. Não sei o quê é e se especulo é de mim para mim.

Mocambique está muito mal e urge tomada de posicão de mocambicanos para inverter a situacão.

AA
Egidio Vaz disse…
O que faz a Polícia da República de Moçambique? Proteger o Poder.
Alguém pode me dizer o contrário?
Pessoalmente, prefiro "conversar" com os bandidos do que discutir com o Polícia. Aliás, em Moçambique, um Polícia em serviço é chefe. Sim, isso mesmo, CHEFE. Quando te interpela, apenas tem que obedecê-lo, mesmo que esteja errado. É proibido discutir com o chefe, diz a sabedoria popular, cá entre nós.Mas eu sei que o Polícia não é chefe nenhum, muito menos "AUTORIDADE", outro cognome com o qual se identificam. Portanto, está implícita a ideia de que se é AUTORIDADE, ele pode mandar e desmandar.
Que quer mais?
Anónimo disse…
Passei casualmente por este "sítio", por inducção!
Parece-me, 32 anos depois, que a sina, será num crescendo, porque o verdadeiro mal, vem de dentro do próprio sistema, que por todos os meios, vai querer manter as rédeas do poder absoluto.
(de moçambique, ficou-me pouco mais que o nome )
ùta rungula kaya.
Anónimo disse…
AA, o meu comentário não traduz qualquer espécie de satisfação. Lamento até que não tenha compreendido a crítica. Atente e verá que está subjacente uma crítica irónica. CONCORDO com o Egídeo quanto à CONTRADIÇÃO nos discursos dos dois porta-vozes. O que me entristece mais nesta história é que a nossa (?) polícia continuamente nos vai chamando de imbecis a todos nós. Então, o advogado atendeu uma chamada telefónica e, SUBITAMENTE, começou a agir descontroladamente, pulando de muro em muro até ser detido por um agente da brigada anti-crime que fazia as suas habituais rondas pelo bairro. RIDÍCULO. Lamentar igualmente o "silêncio" que se apossou de vozes autorizadas da sociedade civil. CADÊ A SOLIDARIEDADE DE CLASSES. A Ordem dos Médicos não diz nada? A Ordem dos Engenheiros não fala? Os bloguistas não tratam a matéria nos seus blogues? É O MEDO QUE SE NOS APOSSOU. Elson.
Egidio Vaz disse…
Elson, ainda estamos muito longe de sermos livres no verdadeiro sentido da palavra. Persistem a sombra do medo, "dalguém" que nos possa fazer mal se pensarmos contra "eles".Um "eles" invisível, que também pode ser uma hiena.
Já alguma vez passou por um arbusto, ao longo de um trilho, em plena mata temida?
E o que fazes (ou fez)quando ouve(ouvisse) algum barulho?(toca ou tocaste a correr.
E depois de uma distância certificas-te que afinal tratava-se de uma lagartixa!
Anónimo disse…
Elson, é a mim que deves desculpar, pq não te entendi que estavas ironizando. Até fizeste-me lembrar de ironias dum amigo meu.

Abracos
AA
Anónimo disse…
o Pais tornou-se a republica das banas.
O Oscar Monteiro é um dos culpados por este Pais estar assim.

Que nao se queixe!
Ele defendeu com o regime de samora, o autoritarismo, repressao social politica e economica.
estamos a pagar a factura da nao liberdade dos cidadaos apos a independencia.

Mensagens populares deste blogue

Gwaza Muthini, na forma como a conhecemos hoje é um BLUFF HISTÓRICO.

PENSAR NA PAZ SABENDO O QUE FAZER: ENTRE O VAZIO DAS PALAVRAS E O BELICISMO, A TERCEIRA VIA

Aprender de Angola? Que lições?